Critica por favor o meu elevado ego

05/05/2011

prazer banal

poesia — João Oliveira @ 05:41

um poema
uma praia
a areia varrida pelo mar

uma doença
uma cura ainda por encontrar
um horizonte
o céu sem limite

uma guerra
uma batalha contra muralhas de esferovite
tolos caem na armadilha
e deixam-se ficar na paixão que fervilha

amor
prazer com dor
como qualquer outro


anterior: confissões (2) | seguinte: rascunho (5)

Leave a Reply