Critica por favor o meu elevado ego

16/05/2016

Ó Coimbra

poesia — João Oliveira @ 17:48

Ó Coimbra

Os poetas escreveram
E cantaram
Sobre ti, ó cidade
Sobre o fidalgo e a castelhana
Que em paixão profana
Um dia em ti se amaram
E um dia em ti se perderam

O trinar da tua guitarra
No fado que ainda ecoa
Quando a saudade magoa
Nos agarra
E nos leva a viajar
Até ti, ó cidade
Onde um dia aprendemos a amar

No fundo

Sinto-me um privilegiado
De ter nascido
E sido criado,
Crescido,
Vivido
E estudado,
Sofrido
E amado

Em ti,
Ó Coimbra.


anterior: Eu já volto | seguinte: Saudade (2)

Leave a Reply