Critica por favor o meu elevado ego

14/03/2015

A inveja e as sombras

manifesto, vídeo — João Oliveira @ 18:02

(continuar a ler)


15/02/2014

reflexos da dança

manifesto, vídeo — João Oliveira @ 01:31

o que é que fazes quando o céu tocar no chão?
será que gritas ou estendes a mão?

foram estes versos que me vieram à mente quando soube da triste notícia do desaparecimento da carolina. não nos conhecemos, mas as palavras e a música têm o dom de encurtar distâncias.

as letras que escreves, a maneira como despejas os sentimentos na tua música, o teu registo vocal, a tua variedade musical… tudo isso me cativou desde que conheci o teu trabalho e em tudo isso me revi de certa forma.

és verdadeiramente um criador de canções.

das tuas músicas para a dança da carolina foram dois ou três cliques mais ou menos certeiros no youtube. da mesma maneira como tu tens um jeito natural para as palavras, a carolina tem-no — sim, tem-no, para sempre nas nossas memórias — para a dança.

a naturalidade com que se move e parece estar em controlo de tudo, mesmo quando estamos à espera de um desequilíbrio ou um passo em falso, prendem qualquer um e eu não sou excepção.

não conheço a tua história com a carolina, mas sei que é uma bonita história de amor que terminou cedo demais.

e agora que o teu céu tocou, com estrondo, no chão, grita tudo o que tiveres a gritar mas lembra-te que podes sempre estender a mão. há sempre alguém que, perto ou longe, ta vai agarrar e ajudar-te a levantar.


08/10/2013

destino

música, poesia, vídeo — João Oliveira @ 00:58

a vida é

o sítío onde estamos
e o sítio onde queremos estar

no entretanto
a luta diária para lá chegar

(continuar a ler)


04/09/2013

fera ferida

música, poesia, vídeo — João Oliveira @ 19:12

eu vou passando no tempo, vou caçando tempo
vou pensando tanto, vou ficando sem tempo
vou sentindo tanto, vou perdendo tempo
quero apagar o tempo, mas já não vou a tempo

e vou perdendo bocados, ganhando facas nas costas
eu sou tudo o que gostas e tudo o que não gostas
queria ganhar ao meu medo, mas ele tem medo de mim
eu não danço na chuva, eu choro no fim

(continuar a ler)


21/08/2013

estou à espera

música, poesia, vídeo — João Oliveira @ 18:29

eu adoro-te, tu adoras-me
estou à espera

(continuar a ler)


18/08/2013

vi morrer um verso

música, poesia, vídeo — João Oliveira @ 23:37

o mundo não mudou, ainda condena quem tenta
vejo ganância e interesses benzidos com água benta
vi o mundo a metade, tiro o chapéu e vejo o resto
nem viste metade do meu mundo e anuncias que eu não presto
enquanto pisas uma flor, há uma nova que germina
se não sabes para onde vais, esta rua não termina

(continuar a ler)


página seguinte »