Critica por favor o meu elevado ego

02/04/2020

pesadelos

rascunhos — João Oliveira @ 04:31

– que se passou?, perguntou-lhe num sussurro, enquanto o abraçava pelas costas.

não a tinha ouvido aproximar-se e estremeceu num sobressalto, mas sem tirar os olhos do céu estrelado lá fora.

– tive um pesadelo, balbuciou, entre dentes.

voltou a apertá-lo no seu abraço quente, apenas de pijama e de pés descalços no chão frio.

– não queres vir para a cama?

– tive um pesadelo, voltou a repetir. e… acordei a chorar.

foi então que ela reparou nos seus olhos vermelhos e no bater do coração galopante. beijou-lhe a fronte e despediu-se, sem dizer nada, os passos tão silenciosos quanto quando tinha entrado.

ele permaneceu imóvel à janela, a fitar o firmamento, sem dar pelas horas a passar. quando o sol começou a raiar, deu uma volta pela casa escura.

abriu de mansinho a porta do quarto onde as filhas dormiam, aconchegou-lhes os cobertores que as tapavam e deu um beijo demorado em cada uma delas, como se fosse a última vez que as visse. antes de ir, demorou-se à entrada do quarto, a porta entreaberta a iluminar-lhes a face.

sorriu, o ritmo cardíaco mais calmo.

fechou silenciosamente a porta e recolheu aos seus aposentos, onde o abraço acolhedor da mulher o aguardava.

deixou-se ficar, deitado de costas, desta vez a prescrutar o tecto escuro, enquanto tentava empurrar da memória as imagens que o tinham acordado em lágrimas e com suores frios. virou-se na cama, atirando para trás das costas o sonho mau, e voltou a adormecer enquanto o mundo lá fora regressava à vida, os fantasmas do passado longe… por agora.


14/02/2013

rascunhos

prosa, rascunhos — João Oliveira @ 19:21

há já algum tempo que tenho andado a trabalhar num livro. em dois, aliás, mas é o segundo livro que estou a preparar que me traz aqui hoje.

fui publicando alguns excertos no blogue, sem qualquer ordem cronológica para o enredo, e decidi reuni-los num pequeno livro de bolso que, para além desses mesmos rascunhos, inclui o primeiro capítulo desse livro.

pensado e criado a partir deste mesmo blogue, os rascunhos são isso mesmo: uma tentativa de escrever um livro.

rascunhos está disponível para venda na bubok aqui.