Critica por favor o meu elevado ego

21/05/2020

palavras (3)

poesia — João Oliveira @ 00:18

todos os dias escrevo para ti
na fútil tentativa de encontrar palavras
– se não as palavras
pelo menos algumas palavras –
para que saibas o que tenho para dizer-te
e o quanto gosto de ti

faço uns rabiscos na minha cabeça
confiante de que me lembrarei deles mais tarde
quando tiver à minha frente
um pedaço de papel e caneta

mas essas palavras fogem-me
como fogem todas as outras
aquelas que
porventura
seriam as palavras certas

e o que fica
senão a frustração de não conseguir escrever-te
alguma coisa de jeito?

palavras que não soem a ridículo
palavras que não ecoem na minha cabeça
palavras que preencham o vazio dos meus sonhos

ficas apenas tu
e os rascunhos do que te fui escrevendo
amarrotados
no fundo da minha mente
esquecidos

as palavras a serem arrancadas da alma
a caneta na mão direita
e o coração a fitar-me
em tom de gozo


página seguinte »