Critica por favor o meu elevado ego

21/06/2011

rascunho (7)

prosa, rascunhos — João Oliveira @ 05:29

«já falaste com ela e tentaste fazê-la ver como ainda te sentes em relação a ela?», perguntou.

«eu gostava mesmo dela, a sério que gostava. mas depois de todo o mal que lhe causei com a traição e tudo o mais que se passou depois ela guarda algum rancor para comigo. e apesar de ainda sentir alguma coisa por ela — quando se gosta gosta-se sempre — também sei que as coisas entre nós nunca iriam voltar a ser as mesmas.

já pedi desculpa por tudo o que a fiz passar e ela conhece a dimensão do meu arrependimento. mas não dá mesmo. por isso é que por vezes olho para ela com a certeza de que nós os dois nunca vamos ser nós mesmos.

mas mais importante do que isso és tu. e não vou usar-te nem deixar que te deixes usar para esquecer alguém que manifestamente não quer fazer parte da minha vida. tu mereces muito melhor do que isso e quero ser eu a dar-to. percebes?»

«não te preocupes. nem eu estou contigo para te fazer esquecer alguém. vales muito mais do que isso, acredita», respondeu com um sorriso a iluminar-lhe a face.


anterior: confissões (4) | seguinte: piece of advice

Leave a Reply