Critica por favor o meu elevado ego

06/06/2011

rascunho (6)

prosa, rascunhos — João Oliveira @ 04:29

ela está encostada ao seu corpo quente e imperfeito e ele ainda não consegue acreditar que ela está mesmo ali com ele.

o seu corpo feminino e bem delineado parece-lhe um sonho. ele observa-a à luz da manhã que vai entrando por entre os buracos da persiana mal fechada, gravando na sua mente cada detalhe do seu corpo, do cabelo, do sorriso que lhe pinta os lábio enquanto dorme, sem saber ao certo se tudo aquilo não passa apenas de um sonho.


anterior: rascunho (4) | seguinte: onde raio andas tu?

Leave a Reply