Critica por favor o meu elevado ego

08/05/2011

rascunho (5)

prosa, rascunhos — João Oliveira @ 18:54

ele voltou-se e de repente viu-a. não esperava vê-la e susteve a respiração com a beleza dela. indiferente ao seu deslumbramento, ela prosseguiu o seu caminho e os seus destinos ficaram a partir daquele momento traçados.


anterior: prazer banal | seguinte: a inevitável verdade

Leave a Reply