Critica por favor o meu elevado ego

04/11/2011

rascunho (15)

prosa, rascunhos — João Oliveira @ 19:24

«ao contrário do que julgas, lembro-me bem do nosso primeiro beijo. foi no canto daquela discoteca da moda que existia quando ainda éramos adolescentes. ou será que alguma vez deixámos de o ser?

o chão deslavado o cheiro a cerveja e as garrafas e os vidros partidos espalhados pelo chão ainda hoje me impregnam a memória dessa noite.

aquele canto escuro longe das luzes brilhantes e tudo o resto escondeu-nos dos olhares indiscretos do mundo ansiosos por ver e saber que tínhamos finalmente cedido à nossa mútua tentação.

as luzes desfocadas pelo nosso deslumbramento ébrio cegavam o que nos rodeava totalmente alheados de quem estava à nossa volta e o momento pareceu parar no tempo. o velho rock que as colunas debitavam em sonoros decibéis tornou-se secundário e aquele instante ganhou vida para além das quatro paredes da discoteca».


anterior: rascunho (14) | seguinte: não sei dizer-te que gosto de ti

Leave a Reply