Critica por favor o meu elevado ego

03/06/2013

o peso do mundo

prosa — João Oliveira @ 03:23

chegaste a casa e percebeste finalmente o que anda a preocupar-te. consegues finalmente abstrair-te dos problemas dos outros e concentras-te naquilo que é verdadeiramente importante — a tua vida.

há dias em que o teu mundo parece decidir cair todo em cima de ti sem aviso. e o outro mundo — aquele que te rodeia e onde também vives diariamente — continua a girar e não repara que estás completamente esmagado sob o peso de dois mundos e nem ajuda para te levantares consegues pedir.

estás sempre tão concentrado em ajudar — voluntarioso — os outros com os seus problemas e dúvidas existenciais que negligencias totalmente a tua própria vida. e é nestes pequenos momentos — como aquele que atravessas agora — que cais em ti.

porque o mundo continua a girar e a exigir mais e mais de ti, mais do que consegues dar. porque tu dás o que consegues dar e também dás ainda mais se for preciso.

mas é sempre preciso mais. e para dares mais esqueces aquilo que realmente importa.

esquece os problemas no trabalho, o chefe que não tem bem a noção daquilo que te pede ou aquele que teima em não reconhecer o valor do teu esforço, do teu trabalho e da tua dedicação.

foca-te naquilo que é mesmo importante.

é nestas alturas que a tua vida dá uma volta de 180 graus e as tuas preocupações com aqueles que te são mais chegados e que realmente contam se mostram nuas perante os teus olhos.

há sempre alguém que nunca fica satisfeito com o que dás e insiste em reclamar que não chega e que tem de ser mais. sempre mais. e às vezes são aqueles que te são mais chegados quem mais de ti reclama.

manda essa gente toda foder; é tempo de pensares em ti.

tu consegues dar mais? talvez, acredito que sim. mas até quando é que vais conseguir encontrar dentro de ti mais ainda para dar a quem de ti mais reclama?


anterior: horizon | seguinte: my threshold

Leave a Reply