Critica por favor o meu elevado ego

11/10/2012

badamecos

prosa — João Oliveira @ 20:20

uma noite destas houve um badameco que se tem em demasiada grande conta que chegou ao pé de mim e me deu duas chapadinhas na cara enquanto me dizia “voltas a tocar na minha miúda, levas”.

fui tão apanhado de surpresa que nem soube como reagir. a única coisa que me ocorreu dizer foi “eu nem sei quem é a tua miúda”. e era verdade. eu já o vi com tanta gaja que não fazia mesmo ideia de que miúda dele estava ele a falar. isso e eu nunca toquei numa rapariga.

mas a verdade é que a miúda dele é a mesma de há quase 10 anos mas nem assim ele deixou de a tratar por miúda. ou como uma miúda como as outras todas. e eu sei que há quem trate a namorada por miúda. também eu trato assim uma ou outra amiga. mas este badameco não é assim. porque ela é a mesma rapariga que fica com ele por mais vezes que ele a traia, a troque ou brinque com ela. porque este badameco é assim. sabe que tem toda esta influência sobre ela e aproveita-se disso para fazer o que quer e bem lhe apetece.

por isso é que ela nunca vai ser mais do que a miúda dele.


anterior: | seguinte: palavras

Leave a Reply