Critica por favor o meu elevado ego

01/03/2013

és onde quero estar

música, poesia, vídeo — João Oliveira @ 19:00

mind da gap ft. sam the kid – és onde quero estar

já a tinha visto numa festa
vistosa, inacessível, quis prova, defensiva
e a minha investida era modesta
nunca fui um bom corista mas a veia de humorista bate
digo um disparate para fazê-la rir e esconder o bicho do mato
gargalhadas partilhadas para entrar na intimidade dela
concorrentes fazem cara chateada e eu não fico intimidado
ficam na secura enquanto o boy se cora, men ninguém me segura agora
ela diz que não namora enquanto cora e eu na pura fico mais aliviado
para ela eu era novidade, não era só estar ao lado com conversas
e fingir um ar interessado, é forçado, ela diz não sou dessas
paparias, cangarias, são várias, avarias
uma aventura dura dias e ela não cuba em covardias
na ironia, digo são carradas agarradas à minha pequena fama
e nunca são barradas e acabam amarradas à minha pequena cama
à espera que concluas que não giro com duas, giro contigo dama
não tive tantas ex, não me chantageies, nem sei como um caranguejo ama
a party ainda bate ao barrote, o grupo dela quer ir para outro spot
ela dá-me o número e eu anoto, dou-lhe o meu à espera que ela volte
passam horas e eu não sei se ligue, não se devo, é muito cedo
será que escrevo e digo que gosto dela e gostava de avançar o nosso enredo
ela antecipa-se e mandou-me um toque, disse que está cá fora, vem depressa
e eu na maluquice saio em rebolisse, dou-lhe eu kiss e ela vice-versa
minha visão ficou dispersa, mirei no muro duas silhuetas,
bem carentes, bem caretas, o que é que sentes? borboletas.


anterior: saudade | seguinte: ix

Leave a Reply